Como é feito o exame de próstata?

Como é feito o exame de próstata? Entenda o procedimento.

A próstata é uma pequena glândula que faz parte do sistema reprodutor masculino; produz um líquido levemente alcalino que, em conjunto com o líquido seminal e os espermatozoides, formam o sêmen.

A próstata fica logo abaixo da bexiga, envolvendo a uretra.

Em homens saudáveis, a glândula é aproximadamente do tamanho de uma noz e pode ser sentida por meio do exame de toque retal.

Para muitos homens, o assunto é proibido: “Não preciso disso, meus exames de sangue estão bons”, dizem alguns.

Poucos assumem que já fizeram.

Todo esse tabu, vem da falta de informação.

Mas, afinal, você sabe como é feito o exame de próstata e para que ele serve?

Deixe o medo e a vergonha de lado e acompanhe este artigo até o final!

Vamos lá?

Como é feito o Exame de Próstata

AUTOR

Luiz Pacheco

CATEGORIA

Próstata

DATA

03 de Agosto 2020

INSTAGRAM

@androclinicbrasil

Por que é preciso examinar a próstata?

A próstata é um órgão do corpo masculino como qualquer outro.

Ela deve ser examinada periodicamente com o objetivo de identificar problemas assim que eles aparecem de forma a aumentar as chances de cura.

Conheça as principais doenças que atingem a próstata:

Prostatite

É a inflamação da próstata.

Na maior parte dos casos, o agente causador da doença é a Escherichia coli, uma bactéria encontrada normalmente no intestino humano.

Os sintomas da prostatite incluem febre, dor pélvica, aumento da frequência de micção e dor ao urinar ou ejacular.

Em geral, o tratamento da doença é feito com antibióticos e anti-inflamatórios.

Hiperplasia prostática benigna

Essa doença, bastante comum em homens na terceira idade, é causada pelo aumento do tamanho da próstata.

Os sintomas do problema começam a se manifestar quando o inchaço pressiona a bexiga ou promove o estreitamento da uretra.

Fique atento aos sinais de hiperplasia prostática benigna:

  • dificuldade em começar a urinar;
  • jato de urina fraco e intervalado;
  • micção frequente;
  • sensação de esvaziamento incompleto da bexiga;
  • disfunção erétil.

O tratamento dessa doença pode ser medicamentoso ou cirúrgico.

É importante que o inchaço da próstata seja controlado para evitar complicações graves, tais como infecções urinárias recorrentes, obstruções severas da passagem da urina e falha dos rins.

Câncer de próstata

Segundo o INCA, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens.

Inicialmente, a doença é silenciosa e não apresenta sintomas.

Conforme o tumor cresce, os sinais da enfermidade são semelhantes àqueles observados na hiperplasia prostática benigna.

Embora a maior parte dos tumores de próstata tenha crescimento lento, em alguns homens a evolução é rápida e pode atingir outros órgãos (quadro conhecido como metástase).

O tratamento pode incluir radioterapia, cirurgia e tratamento hormonal.

O prognóstico do câncer de próstata costuma ser favorável, principalmente quando a doença é detectada precocemente.

Guia Definitivo

Disfunção Erétil

BAIXE SEU GUIA GRATUITAMENTE

Guia Definitivo

Disfunção Erétil

BAIXE SEU GUIA GRATUITAMENTE

Como é feito o exame de próstata?

O profissional responsável pela realização do exame de detecção de anormalidades na próstata, é o urologista.

Durante a avaliação, o médico avalia o tamanho, densidade e formato da glândula, buscando nódulos ou outras alterações.

O toque retal é um exame rápido, simples e indolor.

Com uma luva descartável, o médico insere o dedo indicador devidamente lubrificado no ânus do paciente.

Em, no máximo, 2 minutos, o profissional avalia a próstata e comunica os resultados ao paciente imediatamente.

O que é preciso fazer durante o exame de próstata?

O toque retal é um exame que não exige preparação prévia.

Ele é realizado na sala de consulta sem a necessidade que o paciente fique em posições consideradas embaraçosas.

Muitas vezes, o toque retal é feito com o paciente em pé.

O médico pode solicitar que o paciente simule o ato de defecar e faça força, de forma a tornar o ânus mais acessível e facilitar a realização do exame.

Como dito, o exame é indolor.

Porém, se houver algum problema na próstata ou ferida no ânus, o procedimento pode causar um desconforto momentâneo.

Depois da realização do toque retal não é necessário tomar nenhum cuidado especial.

De forma alguma o exame afeta sexualidade do paciente.

Quando é preciso realizar o exame de próstata?

Na maior parte dos casos, o exame deve ser realizado uma vez por ano.

Você deve considerar procurar um urologista para examinar a próstata se:

  • tem mais de 50 anos;
  • tem mais de 40 anos e histórico familiar de câncer (em qualquer parte do corpo);
  • tem problemas para urinar, como micção frequente, jato de urina fraco ou dificuldade em começar a urinar;
  • tem dores pélvicas;
  • segue uma dieta desregulada;
  • não pratica exercícios.

É possível substituir o toque retal pela dosagem do PSA?

Essa é uma pergunta bastante comum entre os homens.

A resposta é simples e direta: não!

O antígeno prostático específico (PSA) é uma proteína produzida pela próstata.

Normalmente, seus níveis no sangue são baixos e tendem a aumentar tanto em caso de condições benignas quanto no câncer de próstata.

Entretanto, os problemas na próstata nem sempre provocam alterações no PSA sanguíneo.

Por isso, esse exame é complementar ao toque retal e não uma alternativa a ele.

Como se sentir mais confortável com a realização do exame de próstata?

Nem sempre o toque retal é realizado na primeira consulta com o urologista.

Às vezes, o médico solicita exames de sangue e urina antes de realizar o exame clínico.

Aproveite a oportunidade para conversar com o profissional e esclarecer todas as suas dúvidas sobre o procedimento.

É importante lembrar que o profissional de urologia já atendeu e tratou diversos pacientes.

Ele está acostumado a lidar com o nervosismo que normalmente cerca o toque retal.

Para tornar o exame mais confortável, é fundamental que o paciente seja sincero e informe a ocorrência de problemas que podem dificultar o exame, tais como hemorroidas ou outros problemas no ânus.

Veja outras dicas para se sentir mais à vontade com a realização do exame:

  • converse com amigos que fizeram o exame ou com mulheres, uma vez que elas estão mais acostumadas a passar por procedimentos tidos como embaraçosos;
  • faça piadas consigo mesmo;
  • lembre-se que são apenas alguns minutos de desconforto para garantir muitos dias de tranquilidade;
  • não esqueça que o exame não define sua sexualidade.

Agora você já sabe como é feito o exame de próstata e informações sobre como funciona o procedimento.

Espero ter contribuído para eliminar alguns tabus que cercam o exame e incentivar você a cuidar melhor da sua saúde.

Gostou do artigo? Compartilhe com seus amigos.

Aproveite também para fazer uma Avaliação Clínica Online Gratuita.